23 novembro, 2017

Colecção LIGA DA JUSTIÇA: Vol. 3 - O Prego: Teoria do Caos


Hoje em distribuição com o jornal Público temos o terceiro volume da Colecção Liga da Justiça. O Prego: Teoria do Caos traz-nos uma história imaginada por Alan Davis que se desenrola numa realidade alternativa marcada pela ausência do Super-Homem como o conhecemos. “Por falta de um prego perdeu-se a ferradura; por falta da ferradura perdeu-se o cavalo; por falta do cavalo perdeu-se o cavaleiro, por falta do cavaleiro, perdeu-se uma batalha. E assim, um reino foi perdido.” de George Herbert é o poema que inspirou esta história.

O PREGO: TEORIA DO CAOS
Martha e Jonathan Kent iam sair, mas um prego furou o pneu da camioneta, e eles foram obrigados a ficar em casa, ficando assim impedidos de estar no local certo à hora certa. Foi nessa noite que a nave do bebé kryptoniano Kal El se despenhou no Kansas. Em suma, o casal não encontra a criança que viria a tornar-se Clark Kent, o Super-Homem, exemplo de união de combate ao mal. É nessa realidade distópica profundamente transformada pela ausência do Super-Homem, em que Lex Luthor controla a comunicação social e os super-heróis são proscritos. O discurso vigente é que os humanos não precisam desses super-heróis, afinal, eles não viviam para fazer o bem. Eles criaram toda uma imagem de necessidade, com diversas invasões e ameaças planetárias para amedrontar o povo e dar a impressão de que todos precisavam deles, quando a realidade não era nada parecida com isso. Sem os heróis, não existiria medo e nem invasões fabricadas. O mundo seria um lugar melhor. A Liga da Justiça, liderada pela Mulher-Maravilha, está prestes a enfrentar o seu maior teste. Um teste mortal, que irá pôr à prova o seu poder e moralidade e que, desta vez, terá de ser superado sem a ajuda do Homem de Aço.

Ficha técnica:
COLECÇÃO LIGA DA JUSTIÇA: Vol. 3 - O Prego: Teoria do Caos
Argumento e desenho de Alan Davis
Capa dura, 152 pags, cores
PVP: 10,90€
Edição LEVOIR







22 novembro, 2017

Lançamento G.FLOY: Jessica Jones Vol. 4 - ALIAS

Hoje em distribuição encontramos o quarto volume da série ALIAS, que conta com o argumento de BRIAN MICHAEL BENDIS e a arte de MICHAEL GAYDOS.

Na conclusão desta série temos as origens secretas de Jessica Jones.

Jessica Jones é uma detective privada implacável, e o submundo negro do Universo Marvel é o seu território, como vimos em três volumes de casos complexos, muitos dos quais envolveram super-heróis. Mas nem sempre foi assim.

Em tempos, Jessica foi ela também uma super-heroína, e aqui, pela primeira vez, descobriremos os seus segredos - como ganhou os seus poderes, como se tornou numa heroína, e o momento terrível e negro da história do Universo Marvel que mudou a sua vida para sempre. Com muitos convidados especiais, desde o Homem-Aranha e Jean Grey, aos Vingadores e ao temível Killgrave.

O último volume da primeira série de Jessica Jones, ALIAS, é geralmente considerado o melhor da saga, e revela finalmente as origens dos super-poderes da nossa heroína, juntando todas os fios narrativos dos volumes anteriores numa só saga, um verdadeiro “romance gráfico” em vez de uma série de comics, em que confluem inúmeros géneros: super-heróis, crime e policial, romance... 

Na primeira parte do volume (números #22-23) Michael Gaydos consegue um verdadeiro triunfo, ao apresentar-nos um flashback e ao transportar-nos para o passado de Jessica com um desenho completamente diferente do normal, que evoca o estilo Marvel antigo (assinalado por uma simples menção de “after DITKO!”), contando as origens dos poderes de Jessica e a sua vida no mesmo liceu em que foi colega de Peter Parker. Depois desta introdução, entramos no cerne da história, o Homem-Púrpura, e o que ele fez a Jessica... Mas deixemos que o leitor descubra tudo sozinho.

Reúne os #22-28 da série original de ALIAS




Ficha técnica:
Jessica Jones Vol. 4: ALIAS
Brian Michael Bendis e Michael Gaydos
Álbum, formato comic, capa dura, 176 pgs a cores.
ISBN 978-84-16510-49-8
PVP: 14,99€
Editora G.FLOY




21 novembro, 2017

Fernando Relvas (1954-2017)


Morreu Fernando Relvas. Multifacetado como autor, ilustrador e publicitário, deixa da banda desenhada portuguesa mais pobre pela sua ausência mas rica com a sua vasta obra. Iniciou a sua carreira em 1976 nas páginas da "Gazeta da Semana", somando depois disso um grande número de publicações na imprensa portuguesa, donde se destaca as suas colaborações na revista "Tintin" (entre 1979 e 1982), onde se estreou com O Espião Acácio, e no semanário "Se7e" (entre 1982 e 1988), onde fez publicar Concerto para Oito Infantes e Um Bastardo, cujas algumas páginas reproduzo mais abaixo, entre outras publicações em álbuns e fanzines. Ainda recentemente no festival Amadora BD teve uma mostra dedicada intitulada “Fernando Relvas: Retrospetiva/Outra Perspetiva”, que esteve exposta na Galeria Municipal Artur Bual. O Relvas morreu. Fica a Obra.

Páginas da história Concerto para Oito Infantes e Um Bastardo

20 novembro, 2017

Lançamento TINTA DA CHINA: Comer / Beber

Agora um registo completamente diferente.... é o que podemos dizer da nova aventura da dupla Filipe Melo / Juan Cavia.

Depois de nos terem brincado com o terror cinematográfico nas maravilhosas aventuras de Dog Mendonça e Pizzaboy, com terror da guerra em Os Vampiros, eis que se reinventam explorando novos territórios narrativos e visuais em Comer e Beber, apresentado num formato deliberadamente pequenino.

Trata-se de um relato ficcional e outro real. Dois contos que partiram de um convite da revista Granta e que formam agora um livro em dois capítulos que se cruzam na relação - simultaneamente universal e pessoal - entre o paladar e a memória

COMER / BEBER
Na Berlim dos anos 40, em plena Segunda Guerra Mundial, Franz Majowski esconde uma garrafa de champanhe no cofre do seu restaurante. Na década de 80, Lloyd Jenkins percorre o interior da América em busca de uma tarte de maçã. Numa história, há uma tarte de maçã que se revela. Na outra, há uma garrafa de champanhe que se esconde. Um destes relatos é completamente ficcional; o outro é baseado em factos verídicos. De um lado o «comer», do outro lado o «beber».

Ficha técnica:
COMER / BEBER
De Filipe Melo e Juan Cavia
Capa dura, dimensões 140x195 mm, 64 pags, cores.
ISBN 9789896714093
Editor Tinta da China

O lançamento será ComicCon, no Porto, dia 16 de Dezembro e em Lisboa, na FNAC Chiado, no dia 18 de Dezembro às 18.30.



17 novembro, 2017

Colecção Marvel: Os Vingadores Vol. 9 - Guerra Civil II: Confronto Final

A capa do dia hoje vai para o 9º volume da colecção MARVEL Os Vingadores da editora Goody, em distribuição pelas bancas. Com esta primeira série já na sua recta final, assistimos à conclusão da saga Guerra Civil II.

Este volume reúne as histórias THE ACCUSED (2016) #1 – Por Mark Guggenheim, Ramon Bachs, Garry Brown e Ruth Redmond; E ainda: Civil War II (2016) #6-8 – Por Brian Michael Bendis, David Marquez e Justin Ponsor.

OS VINGADORES Vol. 9
Um dos maiores do Universo Marvel vai atingir neste volume o seu apogeu. Além de todas as incidências do julgamento (altamente mediático) do Gavião Arqueiro, com destaque para a presença de Matt Murdock – o próprio Demolidor – como advogado de acusação, a comunidade de super-heróis terá de lidar com mais uma visão aterradora de Ulysses, o inumano capaz de prever o futuro: nada mais, nada menos que o assassinato do Capitão América (Steve Rogers) às mãos do novo Homem-Aranha (Miles Morales). Face a esta terrífica premonição, a Capitã Marvel tenta colocar o jovem Miles sob custódia, mas o Homem de Ferro está lá para impedir a detenção. Já não existe espaço para o diálogo. Os maiores heróis da terra vão viver e morrer com base numa única decisão: proteger ou mudar o futuro?

Ficha técnica:
Colecção MARVEL Os Vingadores Vol. 9 - Guerra Civil II: Confronto Final
Histórias: O Acusado - Argumento de Marc Guggenheim e arte de Ramos Bachs e Garry Brown; Guerra Civil II (2016) #6-8 - Argumento de Brian Michael Bendis e arte de David Marquez
Capa mole, dimensões 168x260 mm, 128 pags.
PVP: € 7,90
Editora GOODY






16 novembro, 2017

Colecção LIGA DA JUSTIÇA: Vol. 2 - O Vírus Amazo


A capa do dia vai hoje para o segundo volume da Colecção Liga da Justiça (ed. Levoir) que chega hoje às bancas. Entramos na fase final dos Novos 52, assinada por Geoff Johns, um dos mais importantes argumentistas da DC e um dos arquitectos do seu universo de super-heróis, e que se encontra à frente da Nova Liga da Justiça. Este volume dois, intitulado O Vírus Amazo, que conta com a arte de Jason Fabok coloca a Liga frente a uma ameaça impossível de vencer pela força: um misterioso vírus mortal.

"O Vírus Amazo" é a penúltima história da Liga da fase dos Novos 52, que se encerrará com os dois volumes finais desta colecção, "A Guerra de Darkseid".

O VÍRUS AMAZO
O que é o vírus Amazo? Quem o libertou e por quê? Quais os efeitos que terá sobre os maiores super-heróis do Universo DC? Lex Luthor criou o vírus anos atrás, com o intuito de tirar os poderes ao Super-homem. Infelizmente, quando Neutron tenta assassinar Lex Luthor na LexCorp, liberta o vírus da sua contenção inadvertidamente, causando um surto que irá infectar quase toda Metrópolis, e a maioria dos membros da Liga são atingidos, Flash, Aquaman, Shazam, Ciborgue e Anel Energético. A história inicia-se com Batman e Super-homem à procura do Paciente Zero, ou seja, o primeiro a ser infectado, para tentar criar uma cura para o vírus, numa luta contra o tempo e contra a destruição da Liga...

Ficha técnica:
COLECÇÃO LIGA DA JUSTIÇA: Vol. 2 - O Vírus Amazo
Argumento de Geoff Johns e desenho de Jason Fabok
Capa dura, 120 pags, cores
PVP: 10,90€
Edição LEVOIR




14 novembro, 2017

O Dia Mundial da Diabetes em BD

Esta Terça-feira assinalou-se o Dia Mundial da Diabetes, e o jornal Público, na sua edição de hoje, fez publicar uma banda desenhada alusiva, preparada pelo Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra, para alertar para as consequências desta doença, a importância da investigação científica e da mudança de estilos de vida. Por ser uma doença que me diz bastante, faço aqui a sua publicação. Tenham uma vida saudável!

Coordenação e texto: João Ramalho-Santos e Sara Varela Amaral
Desenhos: André Caetano

Com a participação dos investigadores: Alexandrina Ferreira Mendes, Ana Duarte, Ana Rita Álvaro, Ana Teresa Viegas, Cláudia Cavadas, Cristina Carvalho, Ermelindo Leal, Eugénia Carvalho, João Moura Alves, John Jones, Ludgero Tavares, Mireia Alemany, Nuno Emapadinhas, Paula Moreira, Paulo J. Oliveira, Pedro Gomes, Renata Tavares, Sandra Amaral, Sara Silva, Sónia Correia e Susana Cardoso.








Lançamento POLVO: Olimpo Tropical

O festival Amadora BD já terminou mas os ecos ainda se farão aqui sentir por força do elevado número de lançamentos editoriais que ocorreram e que por manifesta falta de tempo não tive aqui oportunidade de dar nota.

Assim hoje chamo a atenção para este lançamento "brasileiro" (o 20º) da editora Polvo: Olimpo Tropical.

O André Diniz já é um conhecido já pelos vários livros cá editados, e ainda recentemente tivemos O Idiota (ed. Levoir). Agora o Laudo Ferreira foi uma bela surpresa. Um desenho expressivo e dinâmico e uma excelente caracterização das personagens (a narrativa é passada num favela brasileira) e foi fácil conquistar a minha atenção. Excelente leitura!

OLIMPO TROPICAL
Um inferno particular, onde o respeito se conquista pelo crime e a paz pela vingança: é este o Olimpo de Biúca. Embora manco, torna-se vigia do tráfico de drogas, com a missão de disparar sobre os polícias que ousarem invadir a favela pela única escada de acesso. Um Inferno camuflado de Paraíso através dos olhos enganosos de um jovem sonhador. Uma tragédia particular, mais uma entre muitas deste Olimpo Tropical.

Ficha técnica:
OLIMPO TROPICAL
André Diniz (argumento) e Laudo Ferreira (desenho)
20º título da colecção “Romance Gráfico Brasileiro”
Capa a 4 cores, com badanas, formato 190 x 260 mm, 136 pags, p/b.
ISBN: 978-989-8513-31-3
PVP: € 14,90 euros
Editora POLVO



12 novembro, 2017

Lançamento KINGPIN: Ecos Invisíveis

A italiana Grazia La Padula foi uma excelente surpresa na edição deste ano do festival de BD de Beja, onde surgiu com uma exposição e com o livro Jardim de Inverno (ed. Kingpin Books). O seu trabalho em aguarela destaca-se pela suavidade do desenho complementada um magnífico trabalho de cores. Regressa agora a Portugal, marcando presença este Domingo no festival Amadora BD, onde apresenta o seu novo livro Ecos Invisíveis (novamente uma edição da Kingpin), que desenha sobre um argumento de Tony Sandoval.

ECOS INVISÍVEIS
A morte da esposa e o despoletar de um dom peculiar levam Baltus a isolar-se do mundo e a enterrar a sua paixão pela fotografia. Porém, o aparecimento de uma repórter de investigação, determinada a descobrir os ecos invisíveis da existência humana, forçará Baltus a sair do seu isolamento idílico. E a despertar os demónios que manteve em xeque durante vinte anos.

Ficha técnica:
ECOS INVISÍVEIS
Argumento de Tony Sandoval e desenho de Grazia La Padula
Edição cartonada, dimensões 19,5 x 27 cm, 144 pags, cores.
ISBN 9789898673381
PVP: € 18,99
Editora KINGPIN BOOKS

11 novembro, 2017

Lançamento ARTE DE AUTOR: Bouncer – To Hell and Back

Esta foi uma bela surpresa da ARTE DE AUTOR no festival Amadora BD, o Bouncer ter encontrado nova "casa" para a sua continuação em Portugal, praticante depois de uma ausência de 5 anos. Com este lançamento duplo (volumes 8 e 9) ficamos a par com a colecção original.

Escrito por Jodorowsky e desenhado por François Bouq, Bouncer é um magnifico western sangrento, cuja acção desenrola-se depois de terminada a Guerra Civil Americana. Conta a história de um pistoleiro em Barro-City, uma pequena cidade do Oeste Americano.

BOUNCER – TO HELL AND BACK
Bouncer é agora o proprietário de o INFIERNO, um dos saloons de Barrio City. Trata-se de mais uma dessas cidades áridas do Far West, onde o estrangeiro de passagem encontrará mais facilmente whisky adulterado do que água, e terá mais probabilidades de dar de caras com a morte do que encontrar um filão de ouro. Bouncer, que não é um homem violento, não se defende nada mal apesar da sua deformação física, mas não hesita matar para defender aqueles e aquilo que acha justo. Assim, desta feita, Bouncer irá até ao inferno para vingar os que ama e que foram injustamente vítimas da selvajaria que caracterizou a conquista do Oeste.
E, para conseguir que Pretty John seja julgado pelos seus crimes, Bouncer vai ter de escapar da penitenciária de Deep-End, onde foi aprisionado. Situada no meio de um deserto infestado de serpentes e outras armadilhas, esta prisão é um ninho de ratos da pior espécie, com regras muito próprias. E, como quem ali manda é um verdadeiro diabo, não é fácil escapar daquele vespeiro…

Ficha técnica:
BOUNCER – TO HELL AND BACK (vol. 8 e 9)
Argumento de Jodorowsky e desenho de Boucq
Edição cartonada, 128 pags, cores.
ISBN: 978-989-99936-0-0
PVP: 22€
Edição ARTE DE AUTOR, Novembro de 2017




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...