12 agosto, 2017

Colecção Novela Gráfica III: Vol. 7 - Dylan Dog: Mater Morbi


Na passada sexta-feira uma nova personagem fez a sua estreia nos registos nacionais de banda desenhada. Trinta anos depois do seu aparecimento, o sétimo volume da Colecção Novela Gráfica (3ª série) traz-nos DYLAN DOG, o popular detective do sobrenatural criado pelo Tiziano Sclavi em 1986 para a Editora italiana Sergio Bonelli.

O sucesso e culto em redor de Dylan Dog pode ser avaliado pelas palavras de Umberto Eco, que declarou: “Posso ler a Bíblia, Homero e Dylan Dog dias e dias sem me aborrecer”. Não, não é exagero de Umberto Eco. Dylan Dog é tão interessante quanto os clássicos, lá encontramos referências não gratuitas à literatura, aos clássicos, à música, que vão desde o pop ao cinema de autor, temos filosofia, crítica social, religião, reflexões acerca da humanidade, uma enorme mistura tratada com muito bom humor, inteligência e um cinismo ácido e mordaz.

Massimo Carnevale e Roberto Recchioni são os autores da obra apresentada esta semana, Dylan Dog: Mater Morbi. Nomes grandes dos fumetti italianos, o argumentista Recchionie o desenhador Massimo Carnevale criaram uma história em que o conhecido detective Dylan Dog, hipocondríaco confesso, enfrenta o seu medo mais profundo: a deterioração do próprio corpo devido a uma doença desconhecida e talvez até incurável. Mater Morbi é uma reflexão carregada de crueza sobre os efeitos que uma doença grave tem no ser humano, sobre o medo irracional dos hospitais e da perda de saúde, o terror provocado pela aproximação da morte, a atitude com que cada pessoa enfrenta a sua doença e com ela convive.

DYLAN DOG: MATER MORBI
Quando uma doença tão estranha como repentina atinge Dylan Dog, parece que nada será capaz de o curar. A sua única hipótese de salvação consiste em confrontar Mater Morbi, a entidade que se alimenta do seu sofrimento e acompanhá-la numa viagem ao coração das trevas e da dor.

Ficha técnica:
Dylan Dog: Mater Morbi
Colecção Novela Gráfica (3ª série) - Volume 7
Desenho de Massimo Carnevale e argumento de Roberto Recchioni
Capa dura, formato 170x257 mm, 120 páginas, p/b.
PVP: € 9,99
Editora LEVOIR, Agosto de 2017



1 comentário:

bonellihq disse...

Sou brasileiro. e queria saber onde acho esta edição para comprar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...